sexta-feira, 31 de maio de 2013

O trabalhar em casa e a falta de motivação

Parece que tudo o que escrevi no início, foi esquecido. Foi assim que me senti nas últimas semanas. Foi com surpresa que percebi que mesmo não escrevendo, as pessoas continuam a visitar este cantinho, que tal como as sugestões de enfrentar mais um dia sozinha, ficou esquecido.
Tenho trabalhado em modo automático, e muitas vezes com pouco ânimo. Cansada da rotina. Cansada de estar afastada das pessoas. Mesmo estando a viver numa zona muito mais central. Com praia a escassos minutos. Com o jardim a dois passos. Com o café a um. Sim, vejo pessoas. Mas não são amigos, nem conhecidos. E assim continuo os meus dias. Eu e o meu cão. Sozinhos. Sem falar com ninguém. É depressivo não acham?
Claro que tenho de fazer por mudar as coisas. Por isso, ando sempre a querer fazer montes de coisas. O problema é que o dinheiro não chega para tudo. No mês passado fomos até Évora e e aproveitámos para almoçar num restaurante chique a propósito da iniciativa Restaurant Week. Este mês, já temos uns dias marcados na casa de férias dos sogros. E, mais um almoço num restaurante a propósito de um desconto que aproveitei na Groupon. 
Tudo para evitar a rotina, a depressão dos dias cinzentos.
Não chegando o dinheiro para todos os meus caprichos, já tenho algumas arrumações a gritarem-me aos ouvidos. O armário do escritório que encho de roupa de cama de um lado e arquivo do outro. É do IKEA e parece que vai rebentar. Medo, muito medo. Por isso, será um próximo projecto a acontecer muito brevemente.
O meu trabalho é basicamente administrativo. Para enfrentar a solidão, costumo pensar que estou num escritório cheio de gente, mas cada um tem o seu gabinete. É o meu escape.
Cumpro com o horário. Claro que me distraio a meio do caminho. Como toda a gente. Não fumo. E não faço propriamente um break. Sei o que esperam de mim. E sei que quando quero consigo organizar-me e ser bastante produtiva. Mas gosto de sair do trabalho com a consciência tranquila. Por isso, mesmo quando me perco no meio de ir espreitar o blogue, visitar os blogues dos amigos, ver o e-mail, telefonar a uma amiga; volto ao trabalho e esforço-me por recuperar o tempo perdido.
Mas é mais um dia de trabalho. Menos um dia da minha vida.

5 comentários:

  1. Olá Ana,
    Comecei a seguir este blog há uns tempos por achar a temática bastante interessante. Nunca trabalhei em casa (fora projectos extra - não do meu emprego) mas é algo que me desperta bastante curiosidade. Claro que tem momentos como os que passas agora. Digo tudo isto só para sustentar que a minha sugestão vem de alguém que nunca passou por isso, e pode até nem fazer sentido, mas já pensaste em trabalhar a partir duma biblioteca ou dum café relativamente calmo? Pode dar-te a ideia de mudares de ares:) Outra ideia é ter uma banda sonora de fundo animadora (desde que não perturbe o trabalho). Quanto ao armário, que tal fazeres breaks de 15 min/dia e dedicares ao armário? 1 prateleira de cada vez, vais ver que em menos de 1 mês tens o armário impec.

    Um beijinho,
    Filipa

    ResponderEliminar
  2. Olá Filipa! Obrigada pelo comentário! As sugestões são bastante interessantes. Infelizmente, tenho entidade patronal e tenho de estar disponível através do número fixo. O que me impede de seguir a sugestão de trabalhar a partir de outro espaço físico. Mas, costumo ouvir a minha telenovela! É verdade, trabalho com um ouvido ocupado na telenovela espanhola para ajudar a desenvolver o idioma! Quanto ao armário, a sugestão é excelente, já havia pensado em tirar todos os dias um bocadinho, mas como para a semana estou de férias, vou tirar uma tarde para me dedicar ao armário! Gostei muito das tuas sugestões! Espero que por aqui continues e, mesmo que eu não possa aproveitar as sugestões, com certeza que serão de enorme ajuda para outros que precisem igualmente de apoio nas mais diversas áreas!
    Beijinho e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  3. Oi Ana Rita achei teu blog no blog de outra Rita. A 'The Busy Woman and The Stripy Cat'. Quer ser minha amiga, não? hahahaha Me adiciona no skype a gente se motiva online,risos..risos
    Ai olha preciso tanto.. tambem trabalho de casa e ri muito lendo seu post sobre as varias fases de quem vai trabalhar home office, no inicio parece um sonho...mas depois... Solidao, desmotivaçao, perda de foco e eu tenho a nao ser disciplinada e nem tenho mobilia adequada. Meu trabalho é tambem muito administrativo e trabalho com Americanos, falando ingles o tempo todo e isso me cansou por demaiiiiiissss. NAO AGUENTO mais.
    Sou do Brasil do rio de Janeiro! Estou adorando fazer "amigas" em Portugal. Vou seguir este seu espaço sempre nao desiste naum vem aqui nem que seja pra trocar ideias do seu dia conosco. Beijos! Se cuida!

    ResponderEliminar
  4. Olá Alessandra! Fico contente com a tua visita e por conseguir transmitir o que é trabalhar em casa! Com certeza já te fartas-te de ouvir as amigas a gabar o facto de estarem em casa. O que elas não sabem, é o terror psicológico em que se pode tornar.
    Vai acompanhando, pois não tendo muita formação na área da psicologia, tentarei que este espaço seja uma espécie de diário onde comentarei os dias menos bons e os dias muito bons! :)
    Beijinho e volta sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ja fiz um bookmark do seu blog juntamente com o blog da Rita Domingues.

      Eliminar

A sua opinião conta!